Quem faz parte PDF Imprimir E-mail

Consta no Regulamento Geral do Supremo Conselho da Ordem Demolay pra o Brasil: “Art. 550 – A Maioridade DeMolay é automaticamente alcançada quando um membro alcançar os seus vinte e um anos de idade, passando à classificação de Sênior DeMolay.”. Desta forma percebemos que aos 21 anos de idade, o Demolay Ativo recebe um novo título, e com ele uma nova maneira de vivenciar a Ordem Demolay.

Ainda no referido Regulamento Geral: “Art. 551 – Ao Sênior DeMolay fica vedado ocupar cargos em seu Capítulo, com exceção do cargo de Tesoureiro ou de Escrivão. É também vedado ao Sênior DeMolay o direito ao voto nas sessões do Capítulo, cabendo-lhe apenas o direito à voz.” 

Com este artigo começamos a entender melhor sobre as funções do Sênior, antes Demolay Ativo, participante direto das atividades capitulares, agora, expectador, orientador e atuante quando necessário.

Apesar de não poder estar em algum cargo capitular, o Sênior DeMolay pode exerce uma função fundamental dentro do capitulo. Sua experiência e vivência, como um Demolay, agora são fundamentais para orientar o capitulo nas decisões futuras, e seu bom senso, adquiridos ao longo de sua jornada, deve ser usado para ajudar seus irmãos a resolver impasses dentro das reuniões.

Além disso, o Sênior DeMolay deve ser o primeiro a exigir que o Capítulo trabalhe dentro das normas do SCODB, bem como do GCEMG, e também, deve cobrar dos membros ativos uma postura, empenho e responsabilidade, sempre com equilíbrio e paciência, não devendo atuar com extremo rigor, muito menos fazendo comparações, vangloriando de sua época dentro do capitulo ou menosprezando o momento atual.

Cabe a ele também incentivar campanhas filantrópicas, estudos ritualísticos, gincanas e confraternizações, lembrando sempre de não tomar o trabalho que um DeMolay Ativo poderia fazer, já que o Sênior deve apoiar nos trabalhos do Capítulo e apenas, eventualmente, ajudar quando houver necessidade.

De forma alguma ele deve tomar decisões para o Capítulo, ou exigir que o mesmo ou algum de seus membros realizem uma determinada atividade. Por mais que seja influente, ou que tenha tido uma trajetória brilhante na Ordem DeMolay, há uma diretoria no capítulo para gerir os trabalhos, e o Sênior, como membro do Capitulo, ainda está subjugado ao seu Mestre Conselheiro.

Sempre que estiver em seu Capítulo o Sênior deve pensar: “como eu queria que um Sênior DeMolay se portasse em meu capitulo quando eu era um DeMolay ativo?”. Só assim será possível entender a maneira correta de continuar vivenciando a Ordem DeMolay após a maioridade. 

Por mais que um Sênior DeMolay não possa ocupar funções administrativo-ritualísticas no corpo de oficiais de um Capítulo, ele pode ocupar funções no Conselho Consultivo, podendo até chegar ao posto de Consultor do Capítulo.